Natal 2016 e dicas para o Verão 2017 – Oscar Calçados
SAC LOJAS: (12) 3925-2627 | SAC E-COMMERCE: (12) 3932-1455
Olá Visitante, faça
00
Olá Visitante, faça
00
Natal 2016 - Oscar Calçados
Conheça a Origem do Natal, como surgiram algumas de suas tradições e garanta seus presentes.


Provavelmente você já sabe que, no dia 25 de dezembro, quase todo mundo comemora o Natal e que a data está ligada ao nascimento de Jesus Cristo, personagem principal do cristianismo. O que poucos sabem é que o Natal nem sempre foi comemorado nesta data e que o dia 25 de dezembro foi escolhido pela Igreja Católica Romana no ano de 350, pelo então Papa Júlio I. A celebração tinha como intuito substituir a festa pagã chamada de Saturnália que, por tradição, acontecia entre os dias 17 e 25 de dezembro, início do inverno em grande parte da Europa.


A História do Natal

Descrita na Bíblia, o livro considerado sagrado pelos cristãos, a história do Natal conta que Jesus, filho de José e Maria, nasceu em um estábulo, em Belém. A passagem traz o motivo do casal de judeus estar viajando e explica também porque o bebê nasceu em uma manjedoura e não em uma casa ou hospedaria. Mostra também que anjos surgiram e que os pastores da região, depois de se assustarem, vieram todos para ouvir as boas novas. Abaixo, o trecho na íntegra: 
 
“E aconteceu naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse... E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade. E subiu também José da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de Davi, chamada Belém (porque era da casa e família de Davi), a fim de alistar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida. E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz. E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem. Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura. E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo: Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens”.

  (Lucas 2:1-14)
 

Significado dos Símbolos do Natal

Para nós é tão comum vermos vários símbolos de Natal nesta época do ano que, às vezes, nem nos damos conta do seu significado. Confira o que cada detalhe traz como mensagem natalina:

Árvore de Natal

É um dos símbolos mais populares e antigos do Natal. Geralmente um pinheiro, as árvores são enfeitadas desde o século XVI, na Alemanha. As estrelas simbolizam a Estrela de Belém, que guiou os Três Reis Magos até Jesus, as luzes ou velas simbolizam a iluminação de Jesus e as bolinhas, os frutos que o amor pode gerar. Mas foi no século XIX que o hábito de decorar árvores no Natal passou a se difundir. Em 1846, a família real britânica posou ao lado de uma exuberante árvore e a imagem rodou o mundo.

Presépio

Representa, obviamente, o nascimento de Jesus. A curiosidade é que ele foi criado no século XIII, antes mesmo das árvores, por São Francisco de Assis. No mínimo deve trazer as imagens do menino Jesus, de seus pais, José e Maria, e a manjedoura.

Sinos

Traduzem a alegria dos cristãos ao anunciarem que, com o nascimento de Jesus, terão um salvador que os conduzirá ao céu. O toque dos sinos anuncia as boas novas e seu som se espalha por todos os ares.


Coroa

Natural ou artificial, o verde das coroas simboliza a esperança e a vida. A fita vermelha, segundo a tradição cristã, é o amor de Deus que envolve a todos e a manifestação do amor dos homens, que aguardam a chegada de Jesus. As velas simbolizam a fé e a alegria pela chegada do salvador.
 
 

Os presentes de Natal e sua origem

Segundo a tradição cristã, o hábito de nos presentearmos no Natal surgiu por causa dos presentes levados pelos Três Reis Magos ao menino Jesus. Baltazar, Belchior e Gaspar presentearam o recém-nascido com ouro, mirra e incenso.

O incenso trazia proteção através da crença, fé e oração. A mirra em óleo (espécie de perfume da antiguidade) foi dada para a limpeza do corpo de Jesus e protege-lo de doenças e o ouro foi trazido para simbolizar as riquezas da realeza e a proteção de Deus no plano dos homens.

Papai Noel

Além dos Três Reis Magos, existe também a história de um bispo chamado Nicolau, que vivia no século IV na Turquia e era muito famoso por cuidar de crianças carentes e suas famílias. Uma das lendas conta que, na época do Natal, ele distribuía – anonimamente - saquinhos de moedas para estas famílias, atirando-as pelas chaminés das casas. O bispo foi canonizado e passou então a ser conhecido como São Nicolau.

Muitos anos depois, sua imagem e o gesto de presentear crianças inspirou a criação do maior ícone natalino dos tempos modernos: o Papai Noel. Foi na Alemanha que tudo começou e se espalhou pelo mundo. Originalmente retratado como bispo, o Papai Noel se transformou no bom velhinho rechonchudo e de barba branca, trajando alegres vestes vermelhas que conhecemos atualmente, espalhando alegria e presentes por quase todo o mundo.

É importante lembrar que os presentes são mais do que algo material. No Natal, eles se transformam em verdadeiras declarações de carinho, amor e afeto. Não importa o preço e sim, o valor que cada presente traz junto com o gesto de presentear.


Confira a seguir o seu presente ou o presente de alguém que vai estar ao seu lado mais um ano.

Calçados para o Natal – Verão 2017

Além das festividades, o Natal, para nós brasileiros, também traz o verão, a estação mais alegre e quente do ano. No final deste ano e em todo o ano de 2017, as tendências de moda para calçados de verão trazem muitas surpresas, como a forte influência dos anos 90 em diversos modelos masculinos e femininos. Os tênis e sapatos oxford e mocassins serão os mais influenciados e, além disso, veremos as sandálias, sapatilhas e rasteirinhas se reinventando para trazer muito estilo no ano que vai começar. Confira os calcados que serão hit em 2017:

1.Tênis – conforto o ano todo.
 


Tênis Flatform Via Marte

Tênis Adidas Energy Boost

Tênis Casual Keds

Tênis Sketchers Esportivo



Os tênis casuais estarão entre os calçados em destaque desse verão. Eles saem do ambiente das academias e do uso atlético para compor o visual do cotidiano, trazendo um “street look” democrático e despojado para homens e mulheres.
Já que conforto e estilo serão o mais importante nesse verão, nada melhor do que apostar nos modelos baseados nos tênis usados na prática de esportes radicais e de aventura, como as dezenas de modelos Adventure das melhores marcas, como Timberland, Bull Terrier, Macboot, Oakley, Adidas e Fila, entre outras.
Também vão estar em alta os tênis totalmente brancos e os que trazem algum detalhe colorido ou metalizado, principalmente os modelos de cano baixo. Além de serem extremamente duráveis e confortáveis, dão uma bela valorizada no seu visual.

2. Mocassims e oxfords
 


Mocassim Dockside Kult

Mocassim Constantino

Oxford Sola Tratorada Loucos & Santos

Derby Plataforma Quiz



Conforto e versatilidade são as principais características do mocassim e do oxford, peças que fizeram sucesso no universo masculino e que foram incorporadas com grande classe pelo guarda-roupa feminino.
O mocassim volta com tudo para reviver seu passado glorioso nos dias atuais. Com ele, você pode compor visuais variados com facilidade e conforto. Apesar de dar um toque despojado eles são muito elegantes.
Já os oxford serão as sapatilhas do momento, aparecendo repaginadas para o dia a dia sem deixar de lado o visual clássico que fez o modelo fechado e com cadarço extremamente popular desde o século XVII.
O oxford se firma como um clássico e é uma ótima opção para ocasiões mais formais e também nas do dia a dia. Ele é um grande curinga para quem prima pelo conforto e quer apostar em seu uso com roupas modernas ou cores e estampas diferentes, fazendo um contraponto exatamente por ser um modelo de calçado mais tradicional.
 

3. Saltos de corda e flatform
 


Anabela Kult

Sandália Flatform Zaxy Clubber

Sandália Bottero Espadrille

Flatform Tratorada Azaleia



A grande surpresa do verão 2017, os saltos de corda sugerem excelentes possibilidades de combinações para moda praia e moda urbana. Com o seu look mais casual e cheio de versatilidade, os saltos de corda vêm com grande força e serão um dos hits da estação.
Cheios de influência da moda dos anos 90, os modelos flatforms - sapatos com salto reto, também prometem arrasar no final do ano e garantir presença nas demais estações.

 
4. Cores neutras, tons pastéis e estampas étnicas.

 


Rasteira Étnico Ramarim

Sandália Melissa Wonderful Jason Wu

Sandália Anabela Bottero Pietra

Sandália Moleca Soft



Caramelo, bege, branco e preto. Cores extremamente versáteis e elegantes vem com força total em sandálias, botas e sapatos masculinos e femininos.
As estampas étnicas também prometem dominar os olhares durante este verão 2017, com muito boho, aplicações em pedrarias (nos calçados femininos) e cores terrosas.
 

5. Jeans e camurça

Camurça no verão? Sim. É isso mesmo. O tecido vai estar em alta durante o ano de 2017 em sandálias com saltos mais largos, sapatilhas e uma série de modelos femininos. Os modelos em jeans vão continuar aparecendo nos pés femininos com texturas e tons cheios de elegância e versatilidade. 
 


Plataforma Jeans Bebecê

Peep Toe Navy Kult

Peep Toe Camurça Vizzano

Scarpin Camurça Vizzano

 


Natal pelo Mundo

No Brasil e em vários países que tem grande quantidade de cristãos, como os EUA, Portugal, Espanha, Inglaterra e Itália, por exemplo, o Natal é comemorado há muito tempo e por todas as pessoas. Mesmo quem não é religioso acaba aproveitando o feriado e as festas de fim de ano.
Mas, e nos outros países e outras culturas do mundo que não celebram esta data, como é o final do ano? Confira abaixo:


1) Islamismo

Países como Indonésia, Bangladesh, Turquia, Egito, Líbia, Paquistão, Nigéria e Irã seguem os ensinamentos religiosos de Maomé, um profeta que, segundo sua crença, viveu entre os anos de 570 e 632 e veio depois de Jesus para complementar sua mensagem.
Sendo assim, nestes países a figura de Jesus é respeitada como um dos cinco profetas que vieram trazer a palavra de Deus a terra. Mas a data não é sagrada e nem comemorada no sentido religioso. 


2) Budismo

No Japão e em outros países da Ásia, como China, Vietnã, Tibete, Camboja, Coréia do Sul, Tailândia e Sri Lanka, onde a religião dominante é o budismo, o nascimento de Jesus não é comemorado. Da mesma forma que os muçulmanos, porém, eles respeitam a tradição de quem é cristão e admiram Cristo como um dos Bodhisattva da humanidade, ou seja, um ser iluminado, de sabedoria elevada e que movido por grande compaixão, atinge um dos quatro estados sublimes que um ser humano pode alcançar.

3) Judaísmo

Onde quer que estejam, os judeus não comemoram o Natal como um feriado religioso. Apesar de reconhecerem Jesus, não o reconhecem como o Messias. Na cultura judaica, principalmente em Israel, o Fim de Ano é reservado para a comemoração do Hanukkah, ou festa das luzes em hebraico. A celebração dura oito dias e relembra as vitórias do povo judeu contra a opressão e a perseguição religiosa, como há mais de 2 mil anos quando os judeus venceram os gregos na batalha pela liberdade de seguir com sua crença.
 
 

4) Hinduísmo

Presente tradicionalmente na Índia, o hinduísmo tem como principais celebrações de final de ano, festas relacionadas à adoração da energia divina, como a Durga Puja. O festival de Ganesh, ou Ganesh Puja, é celebrado em todo o sul da Índia com danças e cantos. Claro que os indianos aproveitam a data para trocar presentes e decorar alguns lugares com papais Noéis e árvores de Natal, mas tudo sem nenhum sentido religioso. A pequena parcela de cristão indianos comemora com grande fervor e saúdam uns aos outros dizendo: “shub christu jayanti”, que significa “um auspicioso aniversário de Cristo”, ou seja, Feliz Natal.  
 

Produtos que você já viu

Você ainda não visualizou nenhum produto

Termos Buscados

Você ainda não realizou nenhuma busca

Mais procurados